quarta-feira, 21 de maio de 2008

Os primeiros monitores da BE



Os primeiras monitores da BE. A Inês, a Sara e a Tateana.

Aprenderam e agora ajudam os amigos mais novos na BE.

Neste momento são 6.
Além da Inês, da Sara e da Tateana temos a Patrícia, a Mariana e o Sérgio.


O Sérgio gosta muito de carimbar os livros e a Mariana sempre pronta a ajudar.


quarta-feira, 14 de maio de 2008

Em Torno da leitura





Apresentação no Auditório da Direcção Regional de Educação do Alentejo, o encontro “Em Torno da Leitura”.

domingo, 11 de maio de 2008

Pré leitura do livro de António Mota

video

Actividade de pré leitura

Descobrir o nome do livro através da imagem da capa.

Depois de vistas as imagens do livro vamos falar renovamento sobre o que viram.

terça-feira, 6 de maio de 2008

O dia na Biblioteca de Tramaga é assim:

A história do Tom Ratão e da Rata Tomasa

Os alunos do 4ºano da turma B, da EB1/JI de Ponte de Sor, gostaram muito da história do Tom Ratão e da Rata Tomasa.

Fizeram este bonito trabalho de grupo que ofereceram à BE.

segunda-feira, 5 de maio de 2008

25 de Abril .O Tesouro. A história



O Tesouro

Assim começa a história " O Tesouro" de Manuel António Pina.

Há muitos anos, num país muito distante vivia um povo infeliz e solitário, vergado sob o peso de uma misteriosa tristeza. O céu era alto e azul, os campos férteis, o mar e os rios cheios de peixes e de vida, as cidades quentes e luminosas, mas as pessoas que passavam entreolhavam-se com os olhos tristes (....)


O desafio que foi lançado aos alunos do 3ºano da EB1 de Tramaga foi descobrirem o tesouro que o livro falava .


Esta história, verídica, fala-nos do dia em que os que viviam no País das Pessoas Tristes, conquistaram de novo o tesouro há muito perdido. Não demorou muito tempo até os alunos descobrirem que o tesouro era a Liberdade.



video


E termina assim:

"Esse país agora já não se chama País das Pessoas Tristes, chama-se Portugal e é o teu país.E o tesouro pertence-te a ti, és tu que agora tens que cuidar dele, guardando-o muito bem no fundo do teu coração para que ninguém to roube outra vez. Porque a história não é inventada.

É uma história verdadeira, aconteceu mesmo. Pergunta aos teus pais ou avós e aos teus professores e eles contar-te-ão mais coisas sobre o País das Pessoas Tristes e sobre o Dia da Liberdade.