sexta-feira, 25 de abril de 2008

O 25 de Abril na BE


Um pequeno momento Karaoke da canção Grândola Vila Morena, a "senha " do 25 de Abril de 1974

video

Cantamos
Desafinamos
Rimos
Brincamos
e
Aprendemos

No dia 24 de Abril de 1974 o primeiro sinal de que a Revolução estava em marcha foi dado na Rádio Renascença, por volta das 22:55, com a música "E depois do adeus", cantada por Paulo de Carvalho. Cerca de hora e meia depois já no dia 25 de Abril de 1974, por volta da 00:20, tocava no programa Limite da Rádio Renascença a "Grândola, Vila Morena", a segunda senha que "confirmava o bom andamento das operações e despoletava o avanço das forças organizadas pelo Movimento das Forças Armadas (MFA)".

Para ouvir a fita magnética com a gravação original da "senha" do 25 de Abril de 1974 pode fazê-lo nesta ligação e depois basta carregar na bobina para ouvir.

A imagem e a gravação original são propriedade da Fundação Mário Soares


SENHA do 25 de Abril de 2004


Clique na imagem para ampliar

quarta-feira, 23 de abril de 2008

23 de Abril

Dia do livro e do direito de autor proclamado pela UNESCO em 1995

23 de Abril





quinta-feira, 17 de abril de 2008

Elmer

Ano Europeu do Diálogo Intercultural.Uma bonita história para se trabalhar este tema.
Já foi o livro do mês na nossa BE/CRE, encontrei a história em vídeo, deveras fascinante!

Deliciem-se...




Em inglês

quarta-feira, 16 de abril de 2008

Feira do Livro e Actividades na Fundação António Prates



DOMINGO – 20 de Abril
Horário de funcionamento: das 12h00 às 18h00

14h30 – Os livros acordam. O Capuchinho Vermelho no século XXI
Representação pelo Grupo de Animação do Livro de Mora
Duração: 40m. Público-alvo: todos.

16h30 – O Pirá: Piranhita Desdentada
Apresentação de livro pelo escritor António Luís
Duração: 60m. Público-alvo: 6-9 anos.

18h00 – Coro Polifónico de Ponte de Sor canta poesia popular
Duração: 60m. Público-alvo: todos.


SEGUNDA-FEIRA – 21 de Abril
Horário de funcionamento: das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00

9h45 – Uma casa feita de sonho
História contada por Ana Sofia Nobre Silva
Duração: 30m. Público-alvo: 3-8 anos.

10h30 – As infindáveis versões do Capuchinho e do Lobo Mau
Histórias contadas e animadas por Evaldo Barros
Duração: 50m. Público-alvo: todos.

14h00 – Tom Ratão e a Rata Tomasa
História contada por Natália Pina
Duração: 45m. Público-alvo: 4-8 anos

15h00 – Joaninha Duarte conta um conto
Duração: 60m. Público-alvo: todos.

Durante todo o dia – Animação por Grupo do Curso de Animadores da Escola Profissional de Nisa (ETAPRONI)


TERÇA-FEIRA – 22 de Abril
Horário de funcionamento: das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00

10h30 – As infindáveis versões do Capuchinho e do Lobo Mau
Histórias contadas e animadas por Evaldo Barros
Duração: 50m. Público-alvo: todos.

14h30 – Joaninha Duarte conta um conto
Duração: 60m. Público-alvo: todos.

15h45 – Luís Jordão lê poesia
Duração: 40m. Público-alvo: todos.

Durante todo o dia – Animação por Grupo do Curso de Animadores da Escola Profissional de Nisa (ETAPRONI)


QUARTA-FEIRA – 23 de Abril
Horário de funcionamento: das 10h00 às 13h00 e das 14h00 às 18h00

10h00 – Noddy e o assobio especial
História contada pela aluna Patrícia
Duração: 30m. Público-alvo: 3-6 anos.

10h30 – São Luís: Azulejos e Poesia de António Carlos Lima
Histórias contadas e animadas por Gisella Mathiot
Duração: 50m. Público-alvo: 10-12 anos.

15h00 – A viagem de Djuku
História contada por Natália Pina
Duração: 45m. Público-alvo: 8-10 anos.


Para a venda e/ou troca de livros:
Recolha de livros usados até dia 17 inclusive
Entrega de livros não vendidos e/ou trocados no dia 24


Convidamos todos os interessados, instituições ou particulares, a estar presentes e a colaborar connosco, seja trazendo livros que gostassem de vender e/ou trocar, seja vindo contar um conto ou ler um poema, seja ainda participando como voluntário na realização do evento.


Contamos com a participação de todos os amantes do livro, da leitura e da arte!


Dia Mundial do Livro

Imagem:http://www.unesco.org/culture/afficheunesco/affiche.pdf


O Dia Mundial do Livro e do Direito de Autor é celebrado a 23 de Abril. A data foi instituída pela Conferência Geral da UNESCO para prestar tributo aos grandes autores da literatura mundial que nasceram ou morreram neste dia. É o caso de Cervantes, Shakespeare, Inca Garcilaso de la Vega e Vladimir Nabokov. A celebração procura também encorajar as pessoas, especialmente os mais jovens, “a descobrir o prazer da leitura e a respeitar a obra insubstituível daqueles que contribuíram para o progresso social e cultural da Humanidade” (UNESCO).

A ideia de celebrar este dia surgiu na Catalunha, onde é oferecida uma rosa a cada pessoa que compra um livro. Desde então o dia 23 de Abril tem sido comemorado de diversas formas um pouco por todo o mundo. Todos os anos o Comité da UNESCO nomeia a Capital Mundial do Livro.

Dada a importância da promoção da leitura, a Direcção Regional de Educação do Alentejo apelou às escolas que dinamizem actividades relativas ao dia, quer em contexto de Biblioteca Escolar, quer em contexto de sala de aula em articulação com o PNL. O lema para este ano é "LIVROS DE MUITAS CORES", pretendendo-se chamar a atenção para o multiculturalismo, neste Ano Europeu do Diálogo Intercultural.

Na biblioteca Escolar vai ser lida a história O Grilo Verde de António Mota
"Sinopse: Um dia, na horta do tio Manuel Liró, apareceu um grilo muito espantoso: era verde e assobiava. Os grilos pretos não gostaram daquilo.E resolveram actuar. Com ilustrações muito apelativas de Elsa Navarro, esta é uma história que leva o pequeno leitor a reflectir sobre o direito à diferença." Gailivro

No dia 23 no auditório da Fundação António Prates , em simultâneo com a feira do livro, irá ser contada a história A Viagem de Djuku de Alain Corbel (para os alunos de 4ºano)
"Sinopse:Nem sempre prestamos atenção às pessoas que nos rodeiam e, mais raramente ainda, procuramos saber qual é a sua história — será que nos falta ousadia? Vinda de muito longe, Djuku é uma dessas pessoas; aqui está um pedaço da sua história." Caminho



sexta-feira, 11 de abril de 2008

quinta-feira, 10 de abril de 2008

Os livros ganham vida

Hora do intervalo da manhã

quarta-feira, 2 de abril de 2008